Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Luís Virtual

Luís Virtual

12 de Maio, 2015

PARA SABER MAIS..... NUTRACÊUTICOS-

Luís Martins

O nutracêutico não é um alimento em si, mas sim um produto que contém alguns componentes alimentares funcionais isolados. O nutracêutico pode ser definido como um suplemento dietético apresentado numa matriz não alimentar como comprimidos. Uma substância natural bioativa concentrada, normalmente presentes em alimentos, porém em doses maiores do que o existente nesses alimentos.




Os suplementos alimentares são produtos administrados principalmente como cápsulas. Exemplos de suplementos são derivados da soja amenizadores de sintomas da menopausa, ginkgo biloba para a perda de memória e glucosamina / condroitina para a artrite (ASHWINI, et al, 2013).




Ingredientes dos suplementos podem ser geralmente vitaminas, minerais, fitoquímicos, aminoácidos e óleos. Estão disponíveis em diferentes formas de dosagem, incluindo comprimidos, cápsulas, líquidos, pós, extratos, e concentrados (ASHWINI, et al, 2013).




Os nutracêuticos têm recebido um interesse considerável por causa de seus potenciais efeitos nutricionais e terapêuticos. As empresas farmacêuticas e alimentícias estão cientes do sucesso monetário aproveitando-se da maior busca por saúde de muitos consumidores e as novas tendências, resultando em uma proliferação destes produtos de valor agregado visando principalmente a saúde do coração, cérebro e prevenção ao câncer. Alguns nutracêuticos populares incluem glucosamina, óleo de linhaça, de peixe, de alho, spirulina, colágeno associado a vitaminas, licopeno, astaxantina, semente de uva, quitosana, etc.




O interesse crescente em produtos nutracêuticos reflete o fato de que os consumidores ao ficarem cientes dos resultados de estudos epidemiológicos que indicam que uma dieta ou componente específico da dieta está associado com um menor risco de uma determinada doença passaram a valorizá-los mais. Os principais ingredientes nutracêuticos ativos em plantas são os flavonoides. Eles podem atuar como antioxidantes potentes e quelantes de metais. Eles também têm sido reconhecidos por suas atividades anti-inflamatória, antialérgica , hepatoprotetora , anti-trombótica, antiviral e anti-carcinogênica.




Como exemplo de atuação como nutracêutico temos a quitosana, um nutracêutico encontrada na carapaça de crustáceos. Ao ser ingerida, a quitosana transforma-se em gel ao entrar em contato com as condições estomacais, antes das refeições. Nesse gel formado, a quitosana apresenta uma carga global positiva distribuída por todo o polímero, em solução, tornando-a apta a atrair e ligar-se a moléculas carregadas negativamente, como os ácidos graxos e sais biliares. Quando as gorduras ingeridas na alimentação entram em contato com o gel, são logo capturadas pelas moléculas do polímero e levadas para o intestino, onde, em contato com um pH básico, a quitosana é solidificada permanecendo como um envoltório sobre a gordura, que evita a ação das lipases impedindo desse modo a sua consequente absorção pelo organismo, sendo excretada juntamente com as fezes. Cada grama de quitosana ingerida tem capacidade de capturar e eliminar até 8 gramas de gordura ingerida (KURTZ et al, 2010).




Nada substitui a alimentação saudável, os nutracêuticos devem ser vistos apenas como suplementos e não substitutos da refeição balanceada e seu uso deve ser feito com acompanhamento farmacêutico e médico.




REFERÊNCIAS

ASHWINI, G, C., KADAM VAISHALI, S., SAKHARE RAM, S., & BIRAJDAR GANESH, O. Role of nutraceuticals in various diseases: a comprehensive review. IJRPC, 3(2), 290-299, 2013.

KURTZ, M. C.; CRUZ, A. H.; RETAMOSO, V.; DREHMER, P. B; SILVEIRA, V.; KIRSTEN, V. R.Quitosana na redução de colesterol e perda de peso: uma revisão da literatura. Terceira Jornada Interdisciplinar de Saúde. UNIFRA. Promovendo Saúde na Contemporaneidade: desafios de pesquisa, ensino e extensão. Santa Maria, RS, 08 a 11 de junho de 2010.